Gerenciar pacotes com apt-get: como fazer

Gerenciar pacotes com apt-get é relativamente fácil. No fim, toda a experiência do usuário depende da familiaridade com os tantos comandos disponíveis.

Na prática, muitos usuários novatos se veem sem saída a não ser pesquisar ou recorrer aos fóruns de programadores, onde gestores experientes e novatos trocam informações e tiram diversas dúvidas sobre este recurso do Debian e outras distros.

Para mostrar como dar os primeiros passos e enfim gerenciar pacotes com apt-get, a Linux Solutions preparou este artigo e reuniu tudo o que você precisa saber!

O que é apt-get?

O apt-get é uma sigla que significa Advanced Packaging Tool (ou Ferramenta de Pacote Avançado), que tem como objetivo instalar e atualizar pacotes e suas respectivas dependências com praticidade e agilidade.

Inicialmente, o apt surgiu na distribuição Debian, hoje uma das mais populares para a gestão de redes e desenvolvimento de projetos. Porém, com a rápida popularidade, outras distros adotaram essa forma de instalar e atualizar pacotes.

A necessidade do apt-get se deu por conta da instalação mais árdua por parte do usuário ao instalar ou atualizar softwares e suas dependências. Muitas vezes, o usuário deveria procurar arquivos específicos ou até mesmo editar scripts dos programas impactados.

Como gerenciar pacotes com apt-get

Para gerenciar pacotes com apt-get, você precisa dominar os diferentes comandos disponíveis. Porém, antes de iniciar, você deve ir ao seu terminal de preferência e utilizar o comando apt-get update.

Com isso, você atualiza a relação de programas e arquivos instalados ou prontos para serem atualizados, podendo tomar as decisões de acordo com a sua necessidade.

Abaixo, você encontra os principais.

1. Instalar pacotes no apt

Após o apt-get update, você instala pacotes a partir da sintaxe apt-get install [nome do programa a ser instalado no SO]. Aqui, vale destacar que não há nenhuma limitação de programa.

Pelo contrário, caso queira instalar algum software open source, como o Libreoffice, basta inserir o nome do programa no comando. Feito isso, ele baixa a versão mais recente e pode instalar a nova adição ao SO.

Vale destacar que, de acordo com a distro, o próprio apt pergunta se a instalação deve ou não acontecer. Para isso, você deve apertar Y/N para sim ou não, respectivamente.

2. Remover pacotes com apt

Para gerenciar pacotes com apt-get, você deve saber como remover programas indesejados. Felizmente, toda a desinstalação acontece em poucos segundos após utilizar o comando: apt-get remove [nome do programa a ser desinstalado].

No entanto, a desinstalação feita desta forma não exclui arquivos, edições e outros documentos relacionados diretamente ou indiretamente ao programa. Caso queira excluir tudo relacionado, você deve acrescentar ― purge.

Assim o comando fica: apt-get ― purge remove [nome do programa a ser removido].

3. Atualizar pacotes com apt-get

Manter pacotes atualizados é a melhor forma de ter mais segurança, funções e otimização. Por isso, deve-se estar atento às versões utilizadas em sua distro.

Felizmente, o apt-get é bastante versátil neste sentido e instala versões atualizadas em poucos segundos a partir do comando: apt-get upgrade ou apt-get -u upgrade.

Embora o -u seja opcional, usá-lo serve para o usuário saber quais pacotes recebem atualizações a partir do comando.

Nuvem privada, Redução de gastos, Segurança da informação

selo_associada_assespro-rj

Copyright © 2000 - - Linux Solutions
Av. Presidente Vargas, 482 - Sala 326 - Centro Rio de Janeiro - RJ
(21) 2526-7262 - vendas@linuxsolutions.com.br

03.519.862/0001-13 - Linux Solutions Informatica

Agencia de Crescimento