Automação de tarefas com Ansible

O tempo é precioso. Por isso, é fundamental que você encontre ferramentas que automatizem suas tarefas.

No entanto, a automação pode ser complicada e trabalhosa se não tiver a ferramenta correta. É aí que entra o Ansible!

O Ansible é uma ferramenta de automação de TI que pode automatizar tarefas em várias plataformas e sistemas operacionais. Ele usa uma linguagem simples de entender e é fácil de aprender.

Que tal descobrir as principais características e benefícios dessa ferramenta para a automação de tarefas? Continue a leitura e descubra!

O que é o Ansible?

O Ansible é uma ferramenta de automação de TI que permite automatizar tarefas de gerenciamento de configuração, implantação de aplicativos, provisionamento de infraestrutura e muito mais.

Aliás, ele também é um software de código aberto, o que significa que não há custo de licenciamento para utilizá-lo. Com uma abordagem declarativa para a automação, essa ferramenta foi lançada em 2012 e é mantida pela Red Hat.

Como o Ansible funciona?

O Ansible usa um modelo de agent-less. Ou seja, não há necessidade de instalar um agente em cada host que você deseja automatizar.

Além disso, por ter uma abordagem declarativa, significa que você declara o estado que deseja que seu sistema esteja e a ferramenta faz as alterações necessárias para alcançar esse estado.

Quanto a não necessidade de instalação, é importante dizer que essa ferramenta se comunica com hosts por SSH ou WinRM (para sistema Windows) para executar as tarefas necessárias.

O Ansible usa módulos para realizar tarefas específicas, como instalar pacotes, criar usuários, configurar serviços, entre outros. Seus módulos são escritos em Python e são executados em hosts remotos para realizar as tarefas.

Principais recursos para a automação

O Ansible possui vários recursos. Conheça os principais:

 • Declarativo: como mencionado anteriormente, o Ansible usa uma abordagem declarativa para a automação, o que torna a escrita e o gerenciamento de playbooks (a configuração das tarefas) muito mais fáceis.

 • Fácil de aprender: a ferramenta usa uma linguagem simples de entender, a YAML, para escrever playbooks. Isso torna a aprendizagem muito mais fácil em comparação a outras ferramentas de automação.

 • Agent-less: não há necessidade de instalação nos hosts que você quer automatizar, o que torna a implantação do Ansible muito mais fácil e rápida.

 • Extensível: essa ferramenta pode ser estendida com módulos personalizados e plug-ins, o que a torna flexível o suficiente para atender a vários tipos de integração.

 • Seguro: a ferramenta usa criptografia SSH para se comunicar com hosts remotos, o que garante a segurança dos dados e informações confidenciais.

Use Ansible e otimize seu tempo!

O Ansible é uma ótima ferramenta para a automação de tarefas de TI. Sem dúvida, ele é fácil de aprender, seguro e pode ser estendido para atender a vários tipos de integração

A automação com a ferramenta economiza tempo, reduz erros, aumenta a eficiência, padroniza as tarefas e melhora a visibilidade e o controle. Assim, começar com o Ansible é fácil e pode ser feito imediatamente.

Então, se você ainda não está usando o Ansible para automatizar suas tarefas, vale a pena dar uma olhada.

A Linux Solutions pode instalar e configurá-lo para você! Saiba mais clicando aqui.

 

 

Ansible, Linux, SSH


Paulo Henrique Oliveira

Empresário do ramo de tecnologia há mais de 20 anos, líder em consultoria, serviços e soluções baseadas na plataforma Linux. Especializações: Segurança, Servidores, Linux, Open Source, SW Livre Parcerias: Untangle e Bacula do Brasil.